Independência financeira e empreendedorismo podem salvar mulheres da violência patrimonial

Independência financeira e empreendedorismo podem salvar mulheres da violência patrimonial

A Lei 13.104 de 2015 tipificou o feminicídio no Código Penal Brasileiro, sendo um dos passos mais importantes para o combate à violência contra as mulheres. Mas o debate não para por aí. A violência contra a mulher tem várias facetas, sendo uma delas a violência patrimonial

Trata-se de quando o dinheiro é utilizado para se ter controle sobre a mulher. Pode ser exercida confiscando o salário da mulher, impedindo-a de ter sua independência financeira, interferindo em seu negócio, troca de senhas de cartões e, também, pelo não pagamento de pensão alimentícia. 

Uma das fontes sugeridas para comentar este e assuntos correlatos é a empresária e investidora Flávia Mello (perfil completo abaixo), mentora de empresas fundadas por mulheres que estejam desenvolvendo soluções para o público feminino.

A liberdade financeira é uma ferramenta essencial para enfrentar a violência patrimonial. Justamente por esse tipo de submissão da vítima pelo agressor, essa é uma das violências que menos causa denúncias. “No atual cenário de pandemia, muitas mulheres perderam o emprego e são obrigadas a ficar dentro de casa com seus agressores. Esse ciclo pode ter fim com a independência financeira, fazendo com que elas consigam se libertar de relacionamentos abusivos e se tornem bem-sucedidas no empreendedorismo. Autonomia, renda e liberdade são os desejos dessas mulheres”, explica Mello. 

Capi
A autora

Capi

A Capi nasceu em 2020 no parque Barigui em uma família de capivaras, mas viu que o seu negócio mesmo não é caçar e nem procriar, é FOFOCAR. Teve sucesso muito cedo e agora, além de com  DJ oficial da RIC FM ela passa está sempre nas nossas redes sociais contando as maiores tretas dos famosos no quadro Capi Indelicada! Vem conhecer a Capi no @radioricfm no Instagram e no Facebook 😉

Deixe seu comentário

Outras notícias

Vilões no prato: nutricionista e educadora física Dani Borges revela quais alimentos fazem muito mal à saúde

Vilões no prato: nutricionista e educadora física Dani Borges revela quais alimentos fazem muito mal à saúde

Leia mais >>
Internet deixa alunos menos inteligentes segundo neurocientista e psicanalista

Internet deixa alunos menos inteligentes segundo neurocientista e psicanalista

Leia mais >>
Aulas presenciais: retomada da rotina deve ser feita com cuidados mentais, revela neuropsicopedagoga

Aulas presenciais: retomada da rotina deve ser feita com cuidados mentais, revela neuropsicopedagoga

Leia mais >>