A real causa da alergia de pele

A real causa da alergia de pele

Qualquer pessoa, em determinado momento da vida, certamente já teve algum tipo de alergia. Seja ela alimentar, respiratória e dermatológica, as alergias sempre estiveram presentes e, apesar de ser comum a associação da causa com fatores externos, o que muitas pessoas ainda não sabem é que as alergias têm relação direta com as nossas emoções.

Segundo as 5 Leis Biológicas, conhecimento apresentado pelo Dr. Hamer, as doenças têm ligação direta com os eventos impactantes e inesperados que sofremos ao longo da nossa vida. As doenças, desse modo, surgem a partir do que chamamos conflito biológico. De acordo com Bianca Drabovski, Terapeuta e Facilitadora de Consciência, “as alergias de pele, do mesmo modo que outras doenças, aparecem devido a algum acontecimento emocionalmente impactante no paciente, e isto é denominado choque biológico”. 

Ao que se refere a esse tipo de alergia, coceira, vermelhidão e o surgimento de feridas é muito comum. A Organização Mundial da Saúde afirma que 40% da população do mundo tem ou vai ter alguma alergia. Desse modo, falar sobre as verdadeiras causas destes sintomas é muito importante.

A alergia de pele geralmente tem seu início na infância. Todavia, apesar de aparecer cedo, ela se debruça também em adultos, de modo que atrapalhe e muito a qualidade de vida de uma pessoa. Para a terapeuta, “a alergia de pele é causada em decorrência de um conflito de contato e separação”. Desse modo, ela se manifesta quando uma pessoa perde o contato com alguém que ela quer próxima ou quando ela deseja afastar-se de um contato indesejado.

Um exemplo que podemos utilizar é no que se refere às pessoas com alergia a pêlos de animais de estimação, como o gato. Em geral, antes de adquirir essa intolerância com a pelugem, o paciente, pode ter vivido um contato muito forte com o animal. Entretanto, depois de perdê-lo e sofrer um evento traumático por isso, entra numa fase ativa de separação. Decidindo ter um novo contato com outro bichinho, a pessoa entra em resolução e começa a ter sintomas de alergia. “Isso ocorre porque todos os sintomas e doenças possuem duas fases: ativa e resolutiva. No caso das alergias, os sintomas se manifestam na fase resolutiva do conflito,” explica a especialista.

Os fatores desencadeantes da alergia, como poeira, pólen, alimentos, podem ser associados pelo corpo com o conflito biológico no momento que em a emoção está sendo vivida. O corpo tem a capacidade de registrar, através de todos os sentidos, o cheiro, a temperatura, os sons, as sensações com as emoções e pode a partir disso fazer releituras quando se entra em contato com quaisquer destas memórias, ativando os sintomas novamente. Estes fatores associados são denominados trilhos de conflito.

Outro ponto que vale aqui acrescentar é sobre o local em que a alergia de pele se manifesta. “Na maioria dos casos, os sintomas surgem no lugar que o contato físico real aconteceu, de modo que se a pessoa sempre recebia um carinho no braço e depois perdeu a relação com esse afeto, a alergia ali se manifesta”, afirma Bianca.

“Há algum tempo, atendi uma criança que veio a mim com queixas de uma alergia na parte posterior da perna, na região da coxa. Inicialmente os pais associaram que a alergia estava relacionada aos produtos químicos que encostavam naquela região, já que era um local que tinha contato com o assento do vaso sanitário. Entretanto, depois de estudar a real origem do problema, do conflito biológico, percebi que estava ligada ao fato da paciente ter “perdido o colo” devido á situações impactantes que afetaram a família, pois era exatamente o ponto de contato entre o braço do pai e da mãe e da pele da menina”, comenta a terapeuta.

No tratamento das alergias, assim como de outros sintomas e doenças, são usadas ferramentas que permitem olhar para a verdadeira origem do problema. Não se exclui os tratamentos da medicina tradicional, como o uso de remédios indicados por médicos. Contudo, por se tratar de um conflito biológico, remediar somente o problema físico aparente, no caso as alergias, faz com que o problema muitas vezes se torne reincidente. “No consultório, são usadas utilizadas terapias como a Reprogramação Biológica e a Reprogramação Biomuscular, que possibilitam o acesso ao problema emocional para a cura do físico”, finaliza a especialista.

Capi
A autora

Capi

A Capi nasceu em 2020 no parque Barigui em uma família de capivaras, mas viu que o seu negócio mesmo não é caçar e nem procriar, é FOFOCAR. Teve sucesso muito cedo e agora, além de com  DJ oficial da RIC FM ela passa está sempre nas nossas redes sociais contando as maiores tretas dos famosos no quadro Capi Indelicada! Vem conhecer a Capi no @radioricfm no Instagram e no Facebook 😉

Deixe seu comentário

Outras notícias

Vilões no prato: nutricionista e educadora física Dani Borges revela quais alimentos fazem muito mal à saúde

Vilões no prato: nutricionista e educadora física Dani Borges revela quais alimentos fazem muito mal à saúde

Leia mais >>
Internet deixa alunos menos inteligentes segundo neurocientista e psicanalista

Internet deixa alunos menos inteligentes segundo neurocientista e psicanalista

Leia mais >>
Aulas presenciais: retomada da rotina deve ser feita com cuidados mentais, revela neuropsicopedagoga

Aulas presenciais: retomada da rotina deve ser feita com cuidados mentais, revela neuropsicopedagoga

Leia mais >>